RMA Trends

Quatro competências que você deve buscar na hora de escolher sua próxima agência de PR

18 de Maio de 2017

Topics: assessoria de imprensa, relações com a mídia


Compartilhe:     

agencia pr.jpg

 As constantes transformações sociais, tecnológicas e, por consequência, na forma como as pessoas se relacionam entre si e com as marcas têm trazido cada vez mais novos desafios para as agências de PR. Abaixo listamos quatro competências fundamentais para que uma agência de PR faça as entregas que sua marca necessita:

 

# 1 – Conectar sua marca na jornada de informação do consumidor

 

O profissional de PR precisa enxergar a conexão entre os negócios de seu cliente e o comportamento do consumidor. Desta forma, conseguirá auxiliar na travessia desta jornada, mostrando quais os caminhos a companhia deve seguir para atingir suas personas.

Hoje, o consumidor é cada vez mais ativo em sua jornada pela busca de informações sobre produtos e serviços. Um estudo global chamado IPG New Realities de 2015, mostrou que 72% dos brasileiros gostam de se informar antes de tomar uma decisão de compra e 66% se sentem mais confiantes ao encontrar informações sobre as marcas. A pesquisa é realizada desde 2009 para verificar o impacto dos novos canais de comunicação comercial sobre os consumidores. E as empresas estão atentas a isso e desenhando estratégias eficientes para chegar a esses consumidores, é o que mostra outro dado interessante apontado pelo The State of Inbound 2016: 73% das companhias entrevistadas têm como principal abordagem o marketing não interruptivo, também chamado de Inbound Marketing.

Os números demonstram que a empresa que conseguir se relacionar com seu público no momento da busca pela informação sai na frente de suas concorrentes. Cabe ao profissional de comunicação oferecer esta consultoria, ajudando a empresa a definir estratégias de canais e conteúdo eficazes.

 

New Call-to-action

 

#2 – Capacidade de realizar projetos diversos de Conteúdo

 

Não existe alternativa, as marcas precisam investir em conteúdo de qualidade para se destacarem. Além dos canais próprios de comunicação com seus mais diversos públicos de interesse, o branded content se torna um meio essencial para apresentar tendências e novos comportamentos em seu setor. Não é a toa que os investimentos só aumentam. Dados do site Business Insider mostram que no mercado americano o faturamento com branded content saltará de U$ 7,9 bilhões em 2015 para U$ 21 bilhões em 2018.

As agências de PR mais uma vez devem se posicionar como consultoras, apoiando as companhias no entendimento de qual a melhor forma de se inserir neste mercado e obter resultados satisfatórios.

   

#3 – Usar a Tecnologia como aliada da Criatividade

 

A quantidade de informações disponíveis e a rapidez com que as elas mudam faz com que seja necessário o uso da tecnologia para conseguir separar apenas o que for relevante para cada marca ou ação. Daí a necessidade de contar com softwares de Analytics e Business Intelligence para apoiar a tomada de decisão e a definição de iniciativas.

A Pesquisa Global sobre Gestão e Qualidade de Dados, realizada pela Experian e divulgada no início deste ano, aponta que 79% das empresas brasileiras entrevistadas utilizam dados para aprimorar o atendimento ao cliente, enquanto, globalmente, metade das companhias segue este caminho. Sem análise de dados em tempo real torna-se impossível obter resultados satisfatórios e conseguir mensurá-los. A tecnologia oferece apoio estratégico para as empresas e também para os profissionais de comunicação, possibilitando o desenvolvimento de ações mais efetivas e métricas que permitem realizar os ajustes necessários com agilidade.

 

#4 – Ter um modelo de mídias  “agnóstico”

 

Se até pouco tempo as agências de PR não se envolviam com ações em mídia paga, hoje o cenário é diferente. Certamente, o foco das ações de relacionamento com a imprensa continua sendo reputação e visibilidade – ou seja, mídia espontânea. Mas as agências passaram a atuar em outras frentes, como social media, e investir em redes como Facebook, Linkedin, entre outras, é mandatório para alcançar a visibilidade desejada. O fato é que acompanhar as tendências em mídia paga e oferecer estratégias de atuação para os clientes também nesta área é fundamental para compor uma abordagem de comunicação 360° – e se manter no mercado.

Em resumo, estes são alguns dos principais pilares das agências de PR que estão se transformando para ajudar as marcas em seus desafios. Vale a pena você ter um olhar para eles no momento de escolher seu próximo parceiro de comunicação.

 

 

SIGA

Assine