RMA Trends

Comunicação interna: veja como multiplicar o número de vendedores da marca

11 de julho de 2016

Topics: reputação, comunicação interna


Compartilhe:    

Comunicacao_Interna.png

A velha máxima “O mundo mudou...” faz parte da nossa realidade diária e eu não poderia deixar de mencioná-la nesse artigo.  Afinal, as relações e formas de interação mudaram. As pessoas então, nem se fale. Hoje, somos diferentes de poucos anos atrás, temos novas aspirações e outras formas de encarar o nosso dia a dia, os desafios da vida e de uma profissão. Claro, essa percepção vai muito além de buscar definições sobre gerações distintas, não importa se sou X, Y, Z, Millenium…essa percepção nasce das nossas experiências.

Hoje, somos clientes que procuram muito mais do que um emocionante comercial na televisão ou no YouTube. Queremos nos aproximar das marcas e nos identificar com elas. Consumir um produto ou serviço passa pela necessidade de desejar ou precisar dele, mas também principalmente em ter a certeza de que aquela marca tem valores que chamam a minha atenção. E mais, o que essa marca faz pela sociedade? E, mais ainda, o que os meus amigos ou conhecidos pensam a respeito dela? 

Também somos funcionários, colaboradores, empregados de uma empresa e era aqui que eu queria chegar. Ao desempenhar esse papel, também já somos diferentes. Queremos mais do que bons salários e benefícios. Um levantamento realizado pela Love Mondays, a maior comunidade de carreiras onde você descobre os salários e a satisfação dos funcionários em cada empresa, por exemplo, mostra que a busca por mais reconhecimento e uma melhor comunicação interna (da empresa com seus colaboradores) são os dois principais conselhos que os funcionários dariam à presidência da empresa em que trabalham. Nessa lista TOP 10, ainda figuram tópicos como saber o que está acontecendo no dia a dia da empresa e melhorar os gerentes e líderes da empresa.

Diante desse cenário em constante transformação, nós profissionais de comunicação temos de ir além. Contudo, não podemos limitar esse desafio apenas como sendo nosso, é algo que deve permear toda a organização. As empresas devem estar conscientes do seu papel mais abrangente na vida de seus colaboradores. Cada vez mais se fala na importância das empresas trabalharem o engajamento de seus funcionários, mas ainda existem organizações que não sabem como fazer isso ou não conseguem enxergar que funcionários entusiasmados e orgulhosos podem se tornar embaixadores da marca. E é aqui que nós, profissionais de comunicação interna e endomarketing, entramos.

Que a comunicação interna deve ir além de canais bem estruturados, nós sabemos, mas também sabemos que sem eles não chegaremos muito longe. Criar ou remodelar canais de acordo com o ambiente e perfil da empresa e seus colaboradores é o primeiro passo, pois por meio deles é que os funcionários vão acompanhar o que acontece no dia a dia da empresa.

Sabemos também que distribuição de brindes e prêmios facilita o nosso trabalho para gerar o engajamento e orgulho de pertencer de funcionários, mas devemos pensar mais adiante.  Precisamos mostrar a eles o real sentido de estarem ali, que o seu trabalho diário é fundamental para contribuir para um propósito maior. A Comunicação Interna pode ajudar a fazê-los entender isso, munindo-os de informações relevantes para se tornarem promotores da marca.

Não existe uma fórmula mágica para tornar os colaboradores multiplicadores da mensagem que a empresa quer passar para a sociedade, muitas vezes a maneira de se fazer isso surge das próprias necessidades dos colaboradores e da empresa. Já me deparei com diversos cases interessantes em que as organizações promoveram ações para explicar aos colaboradores a importância do que fazem. Uma empresa que produz plástico não apenas produz plástico, esse produto pode mudar a vida das pessoas na reconstrução de uma cidade devastada por uma enchente. Uma empresa que produz máquinas de ressonância magnética para laboratórios pode mostrar que com um diagnóstico rápido e preciso, uma pessoa pode encarar uma doença com outros olhos. E assim os funcionários estarão mais preparados para disseminar a missão da empresa em que trabalham de uma forma mais consciente e eficaz para seus demais públicos, seja na mesa de um bar entre amigos ou em suas comunidades nas redes sociais.

Parece simples e, muitas vezes, é até mais simples do que possamos imaginar. Nós profissionais de comunicação temos de buscar o que é simples e eficaz, especialmente algo que se encaixe ao ambiente em que estamos atuando. E é justamente aí que o nosso trabalho se torna ainda mais desafiador e apaixonante.

Passo_Passo_Engajar_novo_consumidor

 *Juliana Montilha é jornalista, pós-graduada em Gestão da Comunicação Integrada e analista de comunicação da Sompo Seguros.

SIGA

Assine

EBOOKS

Nova call to action
Nova call-to-action
New Call-to-action

ÚLTIMOS POSTS