RMA Trends

Imagem corporativa, um alicerce fundamental aos bons produtos

21 de Outubro de 2016

Topics: comunicação corporativa, construção de marca, reputação, redes sociais


Compartilhe:    

rma-digital-interação-digital-blog-1.jpg

Foi-se o tempo em que lindas propagandas ou produtos interessantes bastavam para conquistar a confiança e simpatia de um cliente. Com um público cada vez mais conectado e interessado em questões humanas – o que é muito positivo, vale reforçar –, as marcas estão expostas por inteiro, com atitudes acompanhadas, avaliadas e julgadas em todas as suas frentes. Assim como acontece com uma pessoa, o comportamento é, hoje, fator decisivo para alguém se relacionar com uma marca.

 

E não pense que isso é tarefa simples. Está longe de ser. Requer preparo, estratégias consolidadas e o mais difícil: empatia. É preciso sim se colocar no lugar do outro e de verdade. Não basta entender o que seu cliente consome, mas por que consome, o que busca, o que valoriza, o que o faz optar por sua marca e não por outra. Com isso claro e o interesse real pelo outro – leia-se seus públicos – você pode partir para o segundo passo: interação.

 

Sua marca precisa ser encontrada, ouvir, responder, conversar. Hoje as pessoas querem ouvir a voz das empresas, saber o que pensam, como agem e o que as motiva. Uma pesquisa da Brandshare identificou que 87% das pessoas querem se comunicar e interagir com agilidade com as marcas. Ainda, 84% querem que as marcas falem abertamente sobre seus produtos! Aqui entra outro item fundamental: transparência. Foi questionado? Explique. Errou? Reconheça. E nada melhor do que falar de seus produtos por meio de seus clientes: invista em cases de sucesso, divulgue via imprensa, em seu site, nas redes sociais. Nada como ter o respaldo de quem usa sua oferta para gerar ainda mais credibilidade.

 

Aproveite os tantos canais de comunicação existentes para tudo isso e lembre-se, esteja onde seu público está e responda sempre por meio da rede que for acionado. Recebeu um comentário negativo no Facebook? Entre em contato com seu cliente por lá e mostre que o caso recebeu sua atenção para os demais.

 

Nesse sentido, vale reforçar a relevância dos canais próprios, como blog, media longe, aplicativos. Lá você tem espaço para abordar informações institucionais, ofertas, tendências e causas. As redes sociais são um espaço fenomenal e jamais devem ser descartadas, mas elas não são de sua empresa. Vide o Facebook, que limita cada vez mais o poder de alcance das Company Pages. Portanto, o equilíbrio entre as plataformas é imprescindível. Use as redes - inclusive para direcionar o público ao seu espaço -, mas também capriche no seu conteúdo próprio. Segundo a Content Plus, a confiança de 60% dos prospects aumenta se a companhia tem conteúdo próprio e a conversão disso também é bastante positiva: empresas B2B com blogs geram 67% mais leads, segundo a Hubspot.

 

Construa e preze por sua imagem. Isso contribuirá com sua reputação, credibilidade e, sem dúvidas, será a base para o sucesso de sua oferta. Bons negócios!

 

New Call-to-action

 

SIGA

Assine

EBOOKS

Nova call to action
Nova call-to-action
New Call-to-action

ÚLTIMOS POSTS