RMA Trends

O impacto das mídias sociais em sua estratégia de comunicação corporativa

16 de Abril de 2014

Topics: comunicação corporativa, comunicação digital, mídias sociais,, redes sociais, crises


Compartilhe:    

 

O impacto das mídias sociais em sua estratégia de comunicação corporativaCada vez mais, os limites entre o on-line e o off-line desaparecem. Em um mundo em que as pessoas estão conectadas em seus smartphones o tempo inteiro, o plano de comunicação corporativa que não considera mídias sociais – seja qual for o segmento ou o tamanho da empresa – deve ser imediatamente revisto.

Mas, se por um lado é fundamental que uma empresa tenha presença online, isso não quer dizer que obrigatoriamente ela precisa estar todas as redes ao mesmo tempo. As mídias sociais devem ser escolhidas de acordo com uma série de fatores – públicos-alvo, mensagens-chave, objetivos de negócio, etc. Ter apenas uma página do Facebook, mas bem estruturada, com altos índices de engajamento e uma boa resposta do público-alvo faz muito mais sentido do que estar no Facebook, Twitter, LinkedIn, Snapchat, Pinterest, Instagram e não ter nenhuma interação em lugar nenhum. Enfim, quando o assunto é mídia social, não existe fórmula: cada empresa deve desenhar sua própria estratégia.  

Agora, tem uma coisa que vale para todos: é vital para sua estratégia de comunicação manter um site atualizados, de fácil navegação e, principalmente, com conteúdo quente, ou seja, que atraía seu público pelo assunto e que tenha atualização constante. Pode ser um blog ou um lounge de notícias, sempre com informações relevantes para sua audiência. Tudo deve ter a mesma identidade e oferecer uma boa experiência ao usuário.

Outro ponto importante é “ouvir” o que as pessoas falam nas mídias sociais. Ainda que sua empresa não tenha perfil para estar em algumas redes sociais, é preciso colocar atenção em cada uma delas, monitorar o que o público fala sobre você e também as atividades dos concorrentes.

Em suma, pode-se dizer que seu site e sua forma de agir nas mídias sociais são responsáveis pela primeira impressão que seu potencial cliente terá de você. Por isso, trate de impressionar.

Listamos algumas atitudes que vão te ajudar a direcionar seu conteúdo online e causar uma boa impressão:

  • Planejamento: essa é uma das principais questões quando o assunto são as mídias sociais e blog. Ao entrar nesse mundo, tenha um plano de mídia definido, saiba a frequência dos posts e os temas que serão abordados. É fundamental ter um calendário e um direcionamento editorial;
  • Seja transparente: mantenha o mesmo discurso em todos os canais de comunicação, sempre alinhado à sua estratégia de negócios e comunicação corporativa. Acima de tudo, pense na diversidade do público e lembre que as informações lá postadas atingem os seus clientes, potenciais clientes, colaboradores e influenciadores (imprensa e outros formadores de opinião). Tenha em mente que mesmo crises que não começaram no online, podem se alastrar rapidamente nesse meio. Companhias aéreas são bons exemplos para serem utilizados aqui. Elas sabem da necessidade de manter o discurso alinhado em todos os seus canais, por isso, quando algum acidente acontece, depois de comunicar aos familiares das vítimas, não só mandam seu posicionamento para a imprensa, mas o publicam em suas redes sociais e na homepage de seu site. Sempre mantendo o posicionamento e identidade;
  • Fale com todos os seus públicos: esse é outro ponto fundamental. Não se deve trabalhar nas mídias sociais pensando apenas no seu cliente. É importante, por exemplo, pensar em seu colaborador, que certamente seguirá os seus canais e espera ter informações relevantes sobre a empresa; 
  • Estude o comportamento do seu cliente: para uma comunicação efetiva nas redes sociais é importante estar atento ao comportamento do seu cliente - interno e externo. Faça do seu canal um ambiente aberto de comunicação. Esteja preparado para responder dúvidas, reclamações e atender quaisquer solicitações pelas redes, seja pelo Twitter, Facebook, blog, Instagram ou qualquer outra. O ideal é contar com uma equipe – que pode ser externa, por meio de uma agência especializada - para controlar estes canais. É ela quem vai ficar responsável por manter seu planejamento de pé e adaptar linguagem para cada canal e público em casos de crises, além de acompanhar a interação na página do Facebook, por exemplo, crescimento de fãs ou de seguidores do Twitter, visitas no site e outros fatores que vão ajudar a direcionar o seu conteúdo de forma correta e mais assertiva.

Para mais dicas de como melhorar a comunicação corporativa da sua empresa, baixa o nosso e-book gratuito "Proatividade já: 7 boas práticas no trabalho de relações com a mídia"

 Passo_Passo_Engajar_novo_consumidor
 

SIGA

Assine

EBOOKS

Nova call to action
Nova call-to-action
New Call-to-action

ÚLTIMOS POSTS